Monday, September 17, 2007

Considerações Sobre os Emmy '07

Eu tenho de me deixar destas coisas de ver cerimónias americanas e fatelas até às tantas da manhã...

Antes de mais, o meu muito obrigada ao AXN por ter reparado que ver 4 horas de televisão com a Liliana Neves a tagarelar infinitamente sobre as coisas mais absurdas não é o desejo dos fãs parvos, que nem eu, que se aguentam no sofá à falhados para ver estatuetas feias e douradas serem entregues a ídolos (ou não).

Fora isso, realmente não há glamour como o dos óscares. Sim, os filmes às vezes são péssimos e a malta até viu coisas bem melhores nas salas de cinema. Mas do tempo de antena dado aos apresentadores, passando por um muito maior esforço dos anunciantes do vencedor em fazer suspense, os óscares só ganham como espectáculo visto em casa.

Anyway, vi mais anúncios do que cerimónia. Ou tecnicamente, vi mais vezes O anúncio do AXN a anunciar as suas novas temporadas que algures lá para o meio mete um MEGA-cameo de uma coxa que só para aí à 6ª vez descobri que era uma coxa a despir uma saia. Sim, houve assim taaaaantos intervalos.

A minha maior alegria da noite... Bem, na verdade foram duas. Mas vamos à 1ª e mais ridícula e mais fangirl-ish, aquela em que estava a pensar quando escrevi a 1ª frase deste parágrafo. O Hugh Laurie estava lindo, britânico e sentado AO LADO de uma Lisa Edelstein de arrasar, vestida de vermelho!!! Se aqueles dois não se papam num futuro próximo, nem que seja no ecrã!, dá-me uma coisinha má. E foram filmados várias vezes aos segredinhos ao longo da cerimónia! Weee!xD Ah, e claro, é sempre bom ver a Ellen, mais não seja porque se sabe automaticamente que ao lado dela está a bomba da Portia de Rossi, que é sempre um regalo para a vista.

Quanto aos prémios. Boriiiing! E não é como se eu visse poucas séries e não conhecesse nada daquilo! Houve algumas surpresas, nomeadamente o facto de terem roubado tudo aos The Sopranos nas categorias de actuação deixando-os apenas com o Emmy de Melhor Série Dramática (além dos Emmy de Argumento e Realização, ok).

Deixo-vos aqui a lista de vencedores, então:

Melhor Drama: The Sopranos (nada a contestar)
Melhor Actor em Drama: James Spader em Boston Legal (what?! a série não contribui nada para a felicidade geral e o papel do Alan Shore resume-se à mesma cara inexpressiva em 70% do tempo, acompanhada de diálogos bastante bem escritos. bah!)
Melhor Actriz em Drama: Sally Field em Brothers&Sisters (uma surpresa, um discurso idiota. acho que a senhora faz um grande papel na série, mar por acaso não estava à espera de a ver vencer)
Melhor Actor Secundário em Drama: Terry O'Quinn em Lost (YESSSSSS! --> 2ª maior alegria da noite, portanto)
Melhor Actriz Secundária em Drama: Katherine Heigl em Grey's Anatomy (WTF?! Deus me perdoe que eu até acho a Heigl um amor de ser humano, mas PRÉMIOS para a Izzie Stevens?? aquela que não dá lá muito trabalho a construir se comparada à Cristina Yang e à Miranda Bailey?? minhas ricas restantes nomeadas... A terapeuta de Lorraine Bracco já merecia consagração)

Melhor Comédia: 30 Rock (para mim, seria My Name is Earl... oh well, enquanto não for Ugly Betty a levar prémios para casa, dou-me por feliz)
Melhor Actor em Comédia: erm... eu parece-me que foi o Ricky Gervais por Extras, mas tendo em conta que o Steve Carell subiu ao palco histérico e fez uma algazarra a meia com o Stephen Colbert e o Jon Stewart, fiquei na dúvida. Mas acho que isso foi piada. Ricky Gervais, portanto. Merece. Num ano em que faltaram os sempre brilhantes Jason Lee e Zach Braff.
Melhor Actriz em Comédia: America Ferrera em Ugly Betty (alguém se esqueceu de reparar que a Felicity Huffman E a Mary-Louise Parker também estavam nomeadas?! terrorrrrrrr!)
Melhor Actor Secundário em Comédia: Jeremy Piven em Entourage (muito previsível, mas o Jeremy Piven é grande e merece tudo! és o rei!)
Melhor Actriz Secundária em Comédia: Jaime Pressly em My Name is Earl (eu sei que há muita gente que não gosta da série, mas Jaime Pressly é perfeita como Joy e a postura clássica e contida da actriz só demonstram mais uma vez o empenho e trabalho de caracterização da actriz na sua Joy. fiquei com alguma pena, porque adoro a Celia de Elizabeth Perkins, mas a minha lealdade vai sempre para a Joy!)

E é a isto que se resumem 4 aborrecidas horas de emissão. Pelo menos é a isto que se resume o que nos interessa.

MJNuts

8 comments:

To said...

Dormisses! :P

Anonymous said...

nao concordo com nenhum dos premios para actrizes em comedia para a actriz principal dava a Marie Louise Parker e para o papel segundário Jenna Fischer

Américo

K1111 said...

Eu adorei a entrega do Emmy para melhor actor em comédia.

"Ricky Gervais is not here so we're going to give this to our friend Steve Carell!" XD

E eles todos contentes a festejar! XD

Eu prémios para a Greys Anatomy e a Ugly Betty poupem-me... A Ugly Betty dá-me sono! Ai tadinha da gordinha com o aparelho que tem o coração de ouro! Ohhhhhh! Uau que altruísta da vossa parte reconhecerem as pessoas gordas como seres humanos! Oh my God that totally deserves an award!

CHESB

Morcegos no Sótão said...

Eu também adorei a entrega do Emmy ao Melhor Actor Comédia, mas juro que fiquei sinceramente baralhada quanto a quem tinha ganho o prémio!xD O sono e o aborrecimento não ajudam ninguém.lol

Achei o Emmy de Actriz Secundária Comédia merecido, a Jaime é fantástica como Joy. Preferia a Mary-Louise Parker como Actriz Principal, mas, independentemente da qualidade de Ugly Betty, forço-me a admitir que a America Ferrera é uma actriz bastante razoável.

Chateada só estou mesmo com o Emmy do James Spader. E não, não tenho nada contra o homem! Só acho o Alan Shore uma seca!

MJNuts

A Mona Lisa tinha Gases said...

A única coisa que me deu alento foi realmente o prémio para o Terry O'Quinn. Ele conseguiu construir uma personagem fantástica. Gosto muito do James Spader mas parece-me que se confundiu argumento com interpretação. Lá porque o homem manda umas bocas fixes, não esqueçamos que não foi ele que as escreveu... De resto, thank God pela ausência da Liliana. No ano passado estive à beira de diversos enfartes com aquilo. Foi muito estranho

Morcegos no Sótão said...

Eu com a Liliana Neves o ano passado não sabia se havia de rir se havia de chorar... Aquilo era tão mau que chegava a ser hilariante!xD Mas enfim, acho que as cartas de reclamação fora suficientes e a tiraram da cobertura. Os fãs agradecem.

MJNuts

Mia said...

Aquilo de não ter a referida pseudo-apresentadora a tagarelar foi mm um alívio... e a sally Field esteve um bocado mal, don´t ya think?
E sim, a DiRossi é quase ofensivamente bombática ;)
Saudações, Nia

Morcegos no Sótão said...

Epah, eu gosto muito da Sally Field, mas achei aquele discurso um bocado histérico e ridículo... Dizem que foi polémico porque ele falou em sentir-se orgulhosa de representar a mãe de um jovem que tem de partir para a guerra (ou veio da guerra, falham-me os detalhes da série) e já se sabe que isso nos States é sempre tabu.

Nada contra a abordagem desse assunto, a forma como ela falou é que não me caiu bem, pronto.

Ah, e a minha respiração pára sempre que vejo a Portia de Rossi no ecrã. Não dá hipótese. =P

MJNuts