Saturday, June 23, 2007

Shrek the Third

Como tudo o que faz sucesso, há que fazer render o peixe e voltar às salas com sequela atrás de sequela. No caso específico, nem me importo. Sou das raras pessoas que gostou mais do Shrek II que do original Shrek e agora também gostei mais deste Shrek the Third do que tinha gostado do primogénito da saga.

A história pega no fim do filme anterior. Mais ou menos. O rei Harold agora sapo está às portas da morte e, depois de muitas crises de apneia, acaba por morrer de vez, nomeando Shrek seu sucessor, mas não sem antes dizer que ainda há outro herdeiro ao Trono vivo, de seu nome Arthur.

Shrek parte, com os seus inseparáveis sidekicks Burro e Gato-das-Botas num barco rumo à terra longínqua onde irão encontrar Arthur, mas antes fica a saber que vai ser papá, algo para o qual não se sente preparado e que dá azo a umas quantas ilusões bastante engraçadas.

Entretanto, o Príncipe Encantado quer reivindicar o seu "Felizes Para Sempre", roubado por Shrek, e toma como aliados alguns dos vilões mais amados dos contos de fadas: o Capitão Gancho, a Bruxa Má da Branca de Neve, uma das irmãs de Cinderela. O seu plano é conquistar Far Far Away e, numa enorme peça teatral à vista de todos, derrotar Shrek.

Ora, Encantado chega ao palácio durante a ausência de Shrek, numa altura em que Fiona está a tomar chá com nada mais nada menos que... Branca de Neve (que é tão melhor que a versão sonsa e desinteressante do conto Disney), Bela Adormecida (que tem o hábito de adormecer nas mais estranhas circunstâncias), Cinderela (com a mania das limpezas) e Rapunzel e as suas extensões de cabelo loiras. Com elas também está a Irmã Mais Feia que apareceu no filme anterior como empregada do bar onde pela primeira vez se conhece o Gato-das-Botas. O subtil tom de troça trazido por estas personagens, que atinge em cheio o cerne dos contos de fadas mais conhecidos, é uma delícia de se ver ao longo do filme.

Shrek entretanto descobre Arthur numa versão medieval do típico liceu americano, em que o pobre rapaz é um falhado gozado por todos. Aqui aprendemos que Arthur tem a mania dos pequenos discursos moralistas, o que mais tarde se pode revelar útil. Na viagem de regresso, deparam-se com uma versão velhote demente do mago Merlin, professor de Magia de Arthur antes de ter um esgotamento, e assim se completa a apresentação de novas e hilariantes personagens, das quais o filme se alimenta. Esta aparente demência de Merlin dá azo a situações bastante caricatas, envolvendo o Burro e o Gato-das-Botas.

As aventuras de Shrek a dada altura convergem com as de Fiona, na eterna luta contra o Príncipe Encantado, mas até lá há muitas peripécias galopantes e divertidas.

De referir que, mais uma vez, o Gang do Shrek constituído pelo Pinóquio, o Boneco de Pão-de-Ló, o Lobo Avózinha e os três porquinhos tem a seu cargo alguns dos momentos mais impagáveis da película.

Shrek the Third parece-me a mim, mais do que os anteriores, um filme cada vez mais voltado para adultos, desde o tema do casamento e da gravidez às inúmeras referências populares, que vão da paródia a Pirates of the Caribbean à utilização de músicas que só muito dificilmente a camada mais jovem conhecerá, como a belíssima Cats in the Craddle dos Ugly Kid Joe, cantada pelo Burro numa excelente piada.

No total, o filme constitui mais uma excelente imersão no mundo do ogre verde e dos seus amigos, que cumpre a sua função de entretenimento e agrado ao longo da sua duração.

Despeço-me com aquele que, para mim, é o momento alto do filme, numa das melhores sequências de animação em muito tempo, que consegue ser brilhante, refrescante!, enquanto parodiza a utopia dos animais adoradores de princesas nos velhinhos clássicos Disney e também o Matrix.



MJNuts

6 comments:

Anonymous said...

isso deve ter carradas de spoilers nao vou ler...

Américo

Morcegas no Sótão said...

Lol Spoilers propriamente ditos que te estraguem o filme não tem, mas descreve a história no geral, sim. ;)

MJNuts

To said...

Eu sou suspeito, não gostei do 1, não sei se vi o 2 :P

A actriz que faz de Branca de Neve ou lá o que era foi ao Conan. Parece-me já a ter visto várias vezes por lá, deve ser uma comediante.

Já é tarde para ir ao imdb confirmar...

Morcegas no Sótão said...

As actrizes que fizeram as vozes das princesas são todas, ou quase todas (acho que uma delas não era), vindas do MadTV. Acho que a excepção vinha do Saturday Night Live, logo também não há grande diferença.lol

MJNuts

Anonymous said...

a parte do interrogatorio ao pinoquio ta algo de genial ....

Américo

Morcegas no Sótão said...

Adorei essa parte!XD Aliás, já no 2º filme, o meu momento preferido foi o Pinóquio à la Missão Impossível! "It's a thong!" "No, it's not!" com o nariz a crescer... LOL

MJNuts