Wednesday, April 16, 2008

Bring Me Back

Bem, aqui fica um post curto e não muito substancial, mas é o que a minha fraca inspiração arranja por agora.

Foi-me dado a conhecer pelo meu grande, grande amigo (e mais musical também) Hugo, a dona de uma portentosa voz que me viciou de uma assentada. Ainda não consegui parar de ouvir.

O projecto musical chama-se Bring Me Back, a senhora é Liz Wood. É uma das muitas personagens do panorama musical underground de Londres. Por isso, parece que infelizmente não, que não a vamos achar na base de dados dos múltiplos programas de download. Eu só espero que algum produtor a descubra, porque eu quero ouvir CD's inteiros disto, quero chorar e emocionar-me, quero saber as músicas de cór.

À falta de melhor meio para mostrar o trabalho desta magnífica voz, aqui fica o único sítio onde ainda só a posso ouvir... A página pessoal de Bring Me Back no MySpace... Sempre dá para ouvir as canções que ela lá colocou, em repeat. Se não for dar muito trabalho, comecem pela 3ª música - The Man Who Never Returned. Assim é garantido que vos prende.

Eu não sou nenhuma especialista em música, tenho os meus gostos, como toda a gente, adoro partilhá-los, conhecer coisas novas, dar outras a conhecer.

Bring Me Back... Devo-o a toda a gente que gosta de música crua, de vozes poderosas e intimistas. Lá dizia o Hugo... Parece que o Tim Buckley se juntou com a Janis Joplin e deu à luz este monumento musical.

É muito, muito bom... Acreditem. Oiçam pelo menos uma vez. A sério. Por favor?

MJNuts

4 comments:

guess said...

Já ouvi.
É lindo =)

Thanks*

Blaze said...

Não conheço a senhora, mas com mente aberta irei cuscar.
keep posting.

Twin said...

Gostei bastante. Adoro a voz... é quente.. ;) Boa sugestão musical Twin!

Cucas said...

Pois que irei dar uma espreitadela a essa senhora. Adoro conhecer novos talentos.

Obrigada pelo comentário, mas aquele era uma das "minhas" ideias de mundo.

E quem não usa peles, tenta usar produtos que não sejam testados em animais, faz reciclagem, não tem animais exóticos (até já denunciou que os tinha) e não come um bitoque há 14 anos? São as minhas opções... mas não sou fundamentalista... está na consciência de cada um...
Embora se saiba que os custos e energia gastos na "produção animal" se fossem aplicados em cereais e outros vegetais, daria para matar a fome a toda a população mundial...
Ya lamento, eu penso bué nessas coisas..

ehehhe...