Tuesday, July 14, 2009

"Já não se sabe quem mente e quem fala verdade em Portugal"

As actividades deste blog andam bem interessantes, e bastante mergulhadas no fascinante mundo da música (mais uma vez, obra da nossa MJ, que bem tenta alargar a nossa cultura musical); por isso peço desculpa por atirar para aqui esta peça, mas até pode ser que me perdoem quando a virem...
Hoje enviaram-me o link deste vídeo, e apesar de ser bastante longo vale bem a pena parar pelos 30 minutos de entrevista de Mário Crespo ao advogado Henrique Medina Carreira, passada na SIC Notícias (e acho que esta é a única publicidade gratuita que faço a um canal SIC, porque realmente é o único canal de notícias que vale a pena ver!).
E mesmo que não tenham resistência para ver até ao fim, creio que os primeiros 4 minutos já vos devem satisfazer!



Giovanna
(sim sim, ainda aqui ando...)

5 comments:

Morcegos no Sótão said...

Wow...

Fiquei impressionada com o 1º minuto, quanto mais com o resto!

MJNuts

Duriel said...

Muito bom post!

Obrigado por partilhares!

Giovanna said...

Assim que ele começou a falar, pensei : finalmente, alguém que chamas as coisas pelo nome!

Giovanna

To said...

Todos nós sabemos como isto acaba: em revolta social. Já se sabe, só quando falta é que se vai à procura.

Todos sabemos que o endividamente é quase a totalidade do pib. A parte fraca têm de ser sempre as pessoas, só podem. São estas que gastam os recursos, noite e dia.

Bodes expiatórios, são sempre muitos ao longo dos anos. Nos anos 90 eram os espanhóis, depois vinham para ai os Ucranianos. Afinal são os chineses ou então é o Sócrates.

O partido dito como o maior da oposição, elegeu a senhora das "piquenas" e médias empresas, em que a única coisa que me lembro dela como ministra foi a venda da nossa divida ao Citigroup, feito em cima do joelho. Nada de medidas "anti-sociais", vai-se empurrando para a frente.

Mais valia meterem lá o Patinha Antão. Sempre me ria mais.

E vem aí mais um ano em que todos vão andar atolados. Não se vai ter maioria obsoluta, não dá para governar. É esta a democracia. Só o palhaço do queijo Limiano e o outro palhaço escritor de poemas que ganhou ao Rei nas presidenciais, mudaram de opinião, mas por interesses próprios. Sem maioria, nada anda para a frente.

Anda sempre tudo a concorrer a ver quem é o maior rei da macacada.

To said...

Afinal sou eu o único oprimido... :)