Monday, July 23, 2007

Os Piores Sentimentos

Durante a minha recente viagem a Madrid, dei por mim a pensar sobre aquela história complexa dos sentimentos. Um pouco negativo ou soturno, mas cheguei à conclusão que há certos sentimentos que podem ser horríveis de se sentir.
Consequentemente, elaborei um Top 10 dos piores sentimentos que se podem sentir por alguém. Podem não concordar com a ordem de como são apresentados, but feel free to give your opinion.


10. Indiferença - No fundo, todos nós somos indiferentes para alguém e sentimos indiferença por alguém também. Por mais que não seja pelas celebridades que tanto gostamos e veneramos, mas que o facto de sofrerem um acidente e irem parar ao hospital não tiram o sabor do nosso desejado lanchinho.

9. Inveja - Embora não seja nada bonito de se sentir, acaba sempre por acontecer. Quem é que nunca sentiu inveja por um amigo que, recentemente, comprou as temporadas todas daquela série que, na verdade, gostamos ainda mais que ele? Sendo tão comum entre amigos, não podemos considerar um sentimento tão mau quanto isso.

8. Ódio - Este sentimento tinha que ser um dos últimos. Não é errado odiarmos alguém. Quanto mais próximas são as pessoas mais depressa podemos senti-lo por estas. Na grande maioria das vezes, o ódio que sentimos é até mesmo uma fase, mantendo-se por pouco tempo. Ou então, "o ódio é a face oposta ao amor". Não é o que dizem?

7. Raiva - Este é um sentimento que encontramos constantemente entre aqueles que gostam muito um do outro. Gostam tanto, que não conseguem evitar sentirem-se irritados sempre que há uma diferença de comportamento que escape à rotina que estão habituados a viver. Embora compreensível, pode ter consequências sérias. Comportamentos agressivos, respostas rudes e uma frustração insuportável. Há quem desespere e há também quem suporte a raiva, encarando-a como um estado já habitual da relação.

6. Desprezo - O desprezo é já bastante diferente da indiferença. Ignorar ou desprezar alguém é realmente horrível. No entanto, é algo difícil de fazer, visto termos aquela constante necessidade de argumentar ou responder àquelas frases irresistíveis. Quem tem a destreza de o conseguir dá ao outro uma sensação de solidão angustiosa, como se deixasse de existir para essa pessoa. Quão horrível isso é?

5. Repugnância - Neste sentimento, refiro-me a sentirmos repugnância pelo carácter da outra pessoa; por aquilo que ela é. Não é agradável sabermos que existe alguém que não gosta da nossa personalidade ou daquilo que somos. A frontalidade do "não gosto de ti" pode doer (não?).

4. Nojo - Sentir nojo por alguém é bastante excessivo. Quando alguém nos diz que cheiramos mal ou que somos nojentos por agir de determinada forma acaba por doer imenso. O nojo físico, embora inevitável, é um sentimento que pode causar ao "nojento" a dor de ser como é. "Metes-me nojo!".

3. Desconfiança - A angústia de não confiar naquele que gostamos ou num simples amigo pode ser perturbadora e conduzir a grandes perturbações da mente. Se gostamos realmente de alguém, mas não conseguimos confiar neste, podemos passar uma noite bem acordados, vagueando pela casa e perguntando a nós mesmos se ele ou ela foram mesmo onde tinham dito. É um clássico, mas, a verdade é que é horrível para os dois lados. Quem não confia vive angustiado e num constante receio, não conseguindo aproveitar totalmente a vida. Quem não tem a confiança que deveria ter vive numa dúvida constante sobre a sua falta de credibilidade. Na realidade, "without trust there is no love".

2. Medo - Em segundo lugar encontramos este terrível sentimento que é o medo. Uma sombra traioçoeira que nos dá a volta ao estômago e que é capaz de criar ilusões na mente. O estado de pânico pode levar-nos a cometer loucuras impensáveis, para não falar dos problemas cardíacos que pode causar. No entanto, não precisamos de ir tão longe. Ter medo de alguém significa recear a presença dessa pessoa e viver numa aflição constante e insuportável sempre que pressentimos que esse alguém pode estar por perto.

1. Pena - Chegamos ao sentimento número um, que, em minha opinião, é o sentir pena por alguém. Pena é aquilo que sentimos por uma pessoa quando esta se desrespeita a ela própria ou não consegue que o mundo a respeite. O pior que pode haver é acharmos que pessoa X é um coitadinho e um infeliz e que merece a nossa milagrosa ajuda para ficar bem na vida. Se sentimos pena por alguém significa imediatamente que nos consideramos numa posição superior à dessa pessoa e que, de certa forma, somos melhores que ela. A maioria das pessoas não aprecia que sintam pena por si. Podem querer atenção, mas atenção não implica pena.


Guess

13 comments:

Anonymous said...

Devo te dizer que não concordo com os teus argumentos sobre o Desprezo e a Pena.

Desprezo – é tirar a dignidade a pessoa em questão, eu posso dizer que já fui desprezado e se queres saber, é horrível, sim. É como se tal pessoa morresse, não obtemos respostas dessa pessoa e ainda se torna mais horrível quando é alguém que gostamos.

Pena – Não consiste no facto de seremos superiores ao outro. É simplesmente não estar-mos a passar pelo que essa pessoa passou e não sentimos o mesmo que ela sente de tal forma quando tentamos ajudar essa pessoa ai sim se pode dizer, tenho pena desta pessoa por estas razões. Não é por sermos superiores de certeza. Cada um reage de maneiras diferentes a cada situação uns são mais fortes e outros mais fracos ou vice-versa dependendo das causas

Duriel said...

Eu não concordo muito em ordenar as coisas nesse "top". Porque sentimentos são uma coisa que se sente a vários níveis. Acho que um ódio muito grande é bem pior que um medo muito grande, por exemplo. "Pena" chega a um ponto em que é quase indiferença, a meu ver... Embora concorde que seja um sentimento horrivel...

Etc... O "grau" do sentimento tem um peso muito grande nestas coisas...

Anonymous said...

Alias, voltei cá para dizer que não concordo com nada.
Cada um vê os sentimentos de maneiras diferentes para mim, pena pode ser uma coisa e para ti outra completamente diferente não existe qualquer tipo de maneira de exprimir o que sentes são sentimentos. E ordenar, acho que não. Cada pessoa tem o seu top em diferente tipo de situações se eu te for perguntar qual e o teu top daqui a 1 mês de certeza que não e igual ao que colocas te agora.

Morcegos no Sótão said...

Eu não gosto de comentários anónimos, mas pronto. Isto a moda dos Top 10... Sentimentos listados numa ordem é obviamente dúbio e muito aberto a discussão. Como relativo que é o tema, é normal que os argumentos apresentados variemde pessoa para pessoa. E concordo que pena, pena a sério, esteja muito vezes associada a um sentimento de superioridade.

MJNuts

Dusk said...

Também concordo que não seja errado odiarmos alguém! Simplesmente, ultimamente, tento não o fazer…é demasiado desgastante!! O pior é mesmo o ódio que, por vezes, podemos sentir de nós próprios…e a pena. Sim! Esse é o pior sentimento, aquela sensação de superioridade/inferioridade pode provocar grandes danos.
Hmm só não colocaria o nojo à frente da repugnância…Quanto à desconfiança acho que está perfeito em terceiro, mas feliz ou infelizmente, aqueles de quem desconfiamos muitas vezes não se apercebem... :/

Adorei o post!!

Espada said...

Também não gosto de comentários anónimos... Seja como for, acho que discordo do "anónimo" quando diz que o top daqui a um mês será diferente...
Acho que por mais tempo que passe, o top dos sentimentos que menos gostamos vai-se mantendo mais ou menos igual, com excepção de pequeninas trocas. O que pode acontecer é estarmos a passar por algum daqueles sentimentos em determinada altura da nossa vida mas não significa que seja esse o sentimento que menos gostamos mas sim aquele que no momento nos faz sentir pior...
A questão do Top é dúbia como é óbvio... Cada um tem o seu próprio top. O facto de vires dizer que não concordas com nada apenas demonstra a dificuldade que tens em conseguir argumentar... O Guess tentou exprimir por palavras sentimentos, coisa nada fácil de se fazer... é um post difícil mas acho que na medida do possível foi bem conseguido...

Cada um sente cada sentimento à sua maneira...

(sim, eu uso muitas vezes as reticências)

PP said...

São de facto dos piores sentimentos que podemos sentir...por alguém! Existem outros sentimentos igualmente dificeis mas que não tem que necessariamente ser maus para alguém...

Mas relativamente a estes (não sei se os poria por esta ordem) queria so falar de alguns..
A pena é pra mim também o pior, sei que muitas vezes as pessoas não fazem por mal, muitas até querem ajudar mas esquecem-se de que esse não é a melhor atitude.. Eu se o sinto esforço-me por não o demonstrar!
Depois achei curioso teres posto o medo logo em 2o.. É um sentimento complexo e que dava um post só sobre ele.. Esforço-me por não ter medo daquilo que surge mas se sentir medo de uma situação já é algo assustador quanto mais ter medo de Alguém! Acho que é um sentimento muito dificil de lidar e de viver..

Os outros sentimentos vivem muito da relação que temos com os outros se bem que nunca os sentimos durante muito tempo, acho que acabamos por nos afastar das pessoas qd sentimos algo assim tão negativo por elas..
Engraçado tb como alguns deles derivam de sentimentos mais nobres como o amor e a amizade e por isso em relação ao ódio prefiro a expressão "é uma linha muito ténue aquela que separa o amor do ódio"...

Gostei ;)

Anonymous said...

acho que falta o desapontamento que é bastante poderoso, numa relação...
Américo

Anonymous said...

Espada lamento dizer te mas se eu digo q os sentimentos vao mudar, acredita, pois vao mudar tenho razoes para acreditar na mudança. Agora imaginemos q eu nao conhecia o guess, e repara se neste blog acredita q diria o msm o top muda, conformo o estado da pessoa consciente ou inconscientemente ele é alterado. A nao ser q sejas uma pessoa muito furestrada na vida. quanto ao fato de dizeres q tenho falta de argumentos estas totalmente errado expremi a minha opiniao sobre o blog. Ok talvez na altura eu nao estivesse nas melhores condiçoes para comentar o blog, mas o facto é q sentimentos alteram se, de pessoa, para pessoa nao podes dizer q tenho pouca argumentação, nunca argumentas te comigo. Se eu nao concordo com algo possivelmente vou dizer, nao concordo, nap se trata de falta de argumentos.
pela net argumentar e secante prefiro ter este tipo de discusoes frente a frente e expor as minha prioridades. E impossivel organizares um top destes. Tipo. cada pessoa tem a sua forma de estar no tempo depende muito do seu estado de espirito de cada um.
Ja chega por hj

Giovanna said...

Tb n sou fã de listas destas, mas não sou contra elas - simplesmente não as consigo fazer, se calhar porque as acho uma perda de tempo. Claro que, se foi fruto de horas estupidificantes em viagens de carro, provavelmente foi uma maneira bastante válida de manteres o cérebro a mexer. Eu sei como essas viagens custam...
E tenham lá um pouco mais de paciência com o Anónimo, que está somente a exercer a liberdade de expressão que nos é devida como seres humanos. Também vou manifestar aqui as minhas, ptt se vierem atirar pedras preparem-se para receber toda a minha Indignação ou, mais provavelmt, Indiferença (achei por bem capitalizar estes sentimentos ditos menos nobres, já que os estamos aqui a tratar como se fossem pessoas :p)

Devo admitir que não li o post com muita atenção. Não que esteja mal escrito, porque não está. Creio que já manifestei a minha opinião acerca disto mais acima,adiante. A única coisa que achei por bem comentar foi a definição de Pena.
Adianto já que a minha versão se baseia em experiências pessoais. Porque cada vez que vejo alguém mesmo enrascado numa situação impossível, a minha pena acaba por ser, infelizmente, um pouco egocêntrica. Ou seja, a minha pena surge quando percebo que não há absolutamente nada que eu possa fazer por aquela pessoa, e sinto o peito apertado de angústia. Não a considero inferior. Para isso há o Orgulho, que penso não teres incluído nesta lista - se algum dia fizer uma lista dos meus pecados mortais,o Orgulho estará em nr.1. Provavelmente, até considero essa pessoa superior,por estar em tal situação sem se atirar de uma ponte. Enfim, depende da pessoa e da encrenca. A Pena é a Preocupação a falar no nosso consciente e subconsciente. É lamentar verdadeiramente o que acontece aos outros e onde não os conseguimos «salvar», pelo menos à primeira vista.
Acho que a situação que o Guess estava a referir no que considera Pena é antes outra coisa, que infelizmente me está a escapar no nome... Assim que me lembrar, aviso, mas suspeito que acaba por ser um pouco de várias coisas que listaste antes desta (e acho que mais alguém disse isto antes de mim, perdoem-me a memória de peixinho dourado).

Ah, e o Manderley vai passar no Lusomundo esta quarta, se não estou em erro.Duvido que dê para ver, com o meu primo cá em casa, mas vou tentar apanhar noutra altura; a tua crítica aguçou-me o interesse :p

Bjs
(vou tornar-me tua arqui-inimiga com mais umas crítias pouco simpáticas, não vou? :B)

Guess said...

As minhas desculpas por não ter dito nada, mas também eu fui de férias =P

Todos temos opiniões sobre o assunto. É evidente que este post é bastante subjectivo e que varia de indivíduo para indivíduo, mas a verdade é que reparo que há bastante gente a achar a Pena como um dos piores sentimentos.

Concordo com o que disseram sobre ela com a excepção do Anonymous. Consigo ver que anda por ali uma pequena troca de argumentos um pouco mais agressiva e, tal como disse Giovanna, todos temos no direito de expressar a nossa opinião.
No entanto, a tua forma de te expressares, Anonymous, é um tanto incoerente. Não percebo o que queres dizer quando dizes que o top vai mudar a não ser que seja uma pessoa frustrada da vida! =/
Como disse Espada, o Top não muda. É a minha opinião sobre o assunto que está expressa.
Posso, sim, sentir, por exemplo, o sentimento 9 de uma forma mais intensa que o sentimento 1 em dada altura da minha vida, mas isso não significa que ache que 9 é pior que 1, percebes?

Concordo com quase tudo o que pp disse. E a frase "é uma linha muito ténue aquela que separa o amor do ódio" é perfeita para expressar o que quero dizer.
Engraçado como os piores sentimentos derivam, na maioria, de relações próximas com pessoas que conhecemos bem.

Giovanna, na verdade lembrei-me do orgulho. Pensei até bastante nele, mas era demasiado complexo e profundo para ser posto neste top.
Anyway, I'm ready for you. Bring it on, bitch! ;P

Rita said...

Se metesses o orgulho jamais conseguirias falar dele é te proimo de mais ;)
Deixa-me dizert k sinto-me indignada com o texto da "pena", mas isso tu sabs pk... voce nao tem honra!

Anonymous said...

o pior sentimento que eu já tive foi me sentir um nada o segundo foi me sentir humilhado o terceiro foi sentir dor o quarto sentir vergonha de mim mesmo o quinto me sentir desprezado o quinto foi me sentir feio o sexto foi sentir que alguém me deu algo por pura pena o sétimo foi me sentir incapaz o oitavo foi sentir medo o nono me sentir pobre em tudo o decimo me sentir decepcionado e ser decepcionante e frustrado ,fracassado e por ultimo gostar de alguém sem se correspondido e ser correspondido por pena.